BARILOCHE - ARG

Ir em baixo

BARILOCHE - ARG

Mensagem por Narrador em Sex Fev 06, 2015 1:00 pm


BARILOCHE


Saudações; Convidado


Principal destino turístico da província de Río Negro, na Argentina, Bariloche tem sempre cenários especiais e atrações divertidas. Dos principais passeios turísticos de Bariloche, o Circuito Chico merece destaque. Disponível o ano todo, inclui em seu trajeto algumas regiões populares: o lago Nahuel Huapi e a praia Bonita estão entre elas.

No verão, as trilhas de trekking e mountain bike, além da prática do snowboard fazem sucesso no cerro Catedral, dono de uma vista excepcional, igualmente à do cerro Otto, acessada por um funicular e com atividades destinadas a todas as idades. Mas é o frio que reúne milhares de pessoas nas estações de esqui.

Para desfrutar da viagem, Bariloche garante ótimas opções de hospedagem, muitas reunidas no centro. A exemplo, segue o Villa Huinid, que dispõe de piscina aquecida e hidromassagem com vista para lago Nahuel Huapi. Enquanto o Cristal oferece internet wi-fi, piano-bar e piso aquecido no banheiro dos quartos, o Edelweiss ostenta um spa luxuoso, sauna e academia – atenção aos quartos, onde há banheiras simples, mas confortáveis.

Aproveitando a estada no centro de Bariloche, a dica é experimentar as delícias da cozinha da Patagônia. Se a intenção for saborear lanches, crepes e saladas, apreciando a bela vista do lago Nahuel Huapi, não deixe de ir ao Kostelo. Canelones, nhoques e ravioles podem ser degustados no Las Pastas de Gabriel. Já a típica culinária da Argentina, ganha uma apresentação especial nos refinados Rincón Patagónico e El Patacón. Neles são servidos pratos à base de carne: assado criolo e parrilla (churrasco argentino). Os chocolates caseiros de Bariloche também listam entre as iguarias a serem experimentadas.

Aliás, quando for às compras em Bariloche comece pelos chocolates em rama, bombons, sorvetes e alfajores, comercializados na Tante Frida e Mamuschka, as casas mais tradicionais no gênero. Seguindo a tendência esportiva da cidade, a Columbia Sportswear propõe peças de vestuário essenciais aos praticantes de várias modalidades. Caso esteja à procura de peças únicas de artesanato com a cara de Bariloche, produzidas por artistas locais, seu lugar é na Casa de Los Artesanos - deixará sua viagem ainda mais inesquecível!

Chegou até aqui, então não pode perder os passeios incríveis desta cidade:

PIEDRAS BLANCAS:

Spoiler:
Piedras Blancas é uma estação que, diferentemente das outras na região, não é voltada para esqui e snowboard, mas para esquibunda ou descida com trineo - como chamam na cidade. O lugar é ideal para quem quer se divertir em família e brincar nas pistas de diferentes níveis de dificuldade. Se você não quer se prender a regras ou técnicas que os esportes de neve habitais exigem, brincar no esquibunda é uma ótima opção.

Não deixe de subir no teleférico e ir até a parte superior de Piedras Blancas, pois, apesar de não haver nenhuma atividade lá em cima, você poderá apreciar um visual belíssimo e tirar fotos com um boneco de neve enorme.

Não há transporte público para chegar até lá; por isso, é preciso ir em carro ou táxi (cerca de $100 a partir do centro de Bariloche). Recomendamos visitar Cerro Otto e Piedras Blancas no mesmo dia, pois os dois ficam próximos.

Como há bastante contato com a neve quando se faz esquibunda, indicamos estar com roupa apropriada para neve no dia em que visitar o lugar. O ideal é que as crianças estejam com macacão, que impede que entre neve entre as peças de roupa.

OBS: Postagens sem ônus de galeões, porém com possibilidades de encontros com comensais na parte da noite.

PARQUE NACIONAL NAHUEL HUAPI:

Spoiler:
Bariloche está localizada dentro do imenso Parque Nacional Nahuel Huapi, com um área de mais de 700 mil hectares, o mais antigo da Argentina. Fundado em 1934, originou-se a partir da doação de terras feita pelo cientista Francisco Moreno.Em mapuche, idioma dos nativos que habitaram a região no século 19, Nahuel Huapi significa ‘ilha do jaguar’, em alusão ao que hoje é a Isla Victoria, uma das principais atrações do parque, junto com o Bosque de Arrayanes.Pela dimensão, já é possível imaginar a extensa lista de opções de atividades no local, sobretudo às relacionadas com a prática de esportes. Os amantes de caminhadas contam com mais de 500 km de trilhas que cruzam o parque, onde também é possível realizar rafting, cavalgadas, pesca e canoagem.Apesar de não ser exatamente exuberante, a fauna local traz espécies como o condor, o cervo e o gato selvagem huiña.

OBS: Postagens sem ônus de galeões, porém com possibilidades de encontros com comensais na parte da noite.


TRAVESSIA DOS LAGOS ANDINOS:

Spoiler:
A clássica travessia dos lagos andinos, na fronteira entre Chile e Argentina, é quase que obrigatória para os visitantes da região. Nas duas extremidades do roteiro estão a chilena Puerto Montt, capital da Região dos Lagos, e Bariloche, do lado argentino. Entre os trechos mais cênicos estão o Lago de Todos los Santos (com vistas para o vulcão Osorno) e as cachoeiras do rio Petrohué.

A viagem é realizada em sete etapas (quatro terrestres e três lacustres), em um sobe e desce de ônibus e embarcações, e pode ser concluída em um ou dois dias. Como trata-se de um percurso relativamente longo, vale a pena considerar a opção de pernoite na pequena vila de Peulla.

De 1º de setembro a 30 de abril, a travessia pode ser feita em um ou dois dias, com uma estadia em Peulla; de 1º de maio a 31 de agosto, quando os dias de inverno são mais curtos, o trajeto deve ser feito, obrigatoriamente, em dois dias.

ILHA VICTORIA E BOSQUE DE ARRAYANES:

Spoiler:
Com embarque em Puerto Pañuelo, cujo visual ao redor já vale a viagem, esse passeio passa por um clássico natural de Bariloche: o cinematográfico Bosque Arrayannes, na península Quetrihue, cujas árvores avermelhadas teriam inspirado Walt Disney para o cenário da animação Bambi.
Já a Isla Victoria, a maior do lago Nahuel Huapi, abriga diversas espécies de plantas, de arbustos como o ñire a ciprestes e sequóias que podem ser apreciados através de uma curta trilha de 600 metros.
No verão, é possível banhar-se nas águas da praia Del Toro ou tomar o teleférico até o morro Bela Vista, a 900 metros de altitude.

CENTRO CÍVICO:

Spoiler:
Essa agitada praça do Centro Cívico de Bariloche é o ponto de partida para os passeios pela região. Fundado em 1940, o local é considerado o primeiro centro cívico da Argentina.Com características arquitetônicas emprestadas de regiões montanhosas da Europa, essa bela praça concentra edifícios governamentais como os correios, a polícia local, museus e a prefeitura. Parada obrigatória também para quem quiser tirar a foto clássica com os bonachões cachorros da raça São Bernardo.


HP Universidade
avatar
Narrador
Administradores
Administradores

Mensagens : 584

Ver perfil do usuário http://hpuniversidade.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum